Cinta Pós Parto: Usar ou Não?


Se você está grávida já deve ter ouvido falar que as cintas modeladoras ajudam a recuperar o corpo após a gravidez.

Se você é um recém mamãe, já deve ter percebido que após o parto, o corpo muda muito e demora para voltar ao que era antes da gravidez.

A questão é: Vale a pena usar cinta pós parto ou não?

Em primeiro lugar, você precisa saber que a cinta não ajuda a colocar a musculatura no lugar como no procedimento pós-cirúrgico estético. No pós parto, o corpo da mulher volta praticamente às condições antes de gravidez de forma natural.

Antigamente acreditava-se que a mulher que passa por uma cesárea precisava usar a cinta, mas não é bem assim. Converse com seu médico, pois, é ele quem deve avaliar a necessidade de uso da cinta.

Porque Usar

- A cinta passa uma sensação de segurança e firmeza

- Melhora a auto estima

- Ajuda na postura

- Como o abdome ainda está flácido após o parto, a cinta ajuda a modelar o corpo para melhorar o caimento das roupas (aqui estamos falando apenas em estética)

Porque Não Usar

- Pode causar desconforto se ficar muito apertada

- Não ajuda a emagrecer, nem a ter um abdome sarado no pós parto

- Pode abafar a cicatriz da cesárea e dificultar o processo de cicatrização

Confesso que fiquei na dúvida se comprava a cinta ou não. Algumas pessoas me disseram que a cinta aperta tanto que eu não conseguiria usá-la. Outras disseram que ajuda a se sentir mais confiável e com firmeza no abdome. A princípio eu não comprei. Esperei minha filha nascer para ver se eu realmente teria necessidade de usá-la.

Eu sentia a barriga muito flácida e resolvi comprar a cinta após o primeiro mês. Escolhi esse modelo da Yoga Online, com abertura lateral e no fundo, sem pernas.

Fonte: Yoga Online

O que eu gostei dela é que realmente dá firmeza e ajuda a modelar o corpo na roupa. Eu diria que o maior benefício é a auto estima.

Além disso, também percebi que ajudou a afinar a cintura mais rápida. Voltei a ter praticamente a cintura que eu tinha antes da gravidez e tirou aquele aspecto de abdome quadrado do pós parto. Mas que fique claro, que a cinta não "criou" uma cintura que eu não tinha, ela apenas ajudou a modelar mais rápido a cintura que eu já tinha (e nem era grande coisa! rsrsrs).

Porém, aperta DEMAIS! Não consegui usar por mais do que 4hs seguidas. Eu colocava de manhã e tirava logo após o almoço. Não é nada confortável. Usei dessa forma por uns 2 meses, depois desisti. Só usava para sair e ajudar a modelar o corpo para alguma roupa mais justinha (mas se a roupa for justa demais, a cinta vai marcar).

Imagino que eu realmente não conseguiria usá-la logo após o parto. Quando eu comecei a usar, a barriga já tinha diminuído um pouco e mesmo assim me sentia extremamente apertada.

Se resolver usar a cinta, escolha um modelo com abertura no fundo pra facilitar as idas ao banheiro. Acho essa abertura fundamental. Já a abertura lateral ajuda a vesti-la, mas marca com qualquer blusinha justa.

Existem cintas com perna e outras que cobrem até a região dos seios. Eu achei que a cobertura do abdome seria suficiente.

Leve em consideração que logo após o parto você estará amamentando e existe o risco de vazar um pouco de leite no sutiã. Se optar pela cinta que cobre os seios, precisa ter a abertura no sutiã para amamentação e será necessário trocá-la e lavá-la frequentemente.

Alternativa a Cinta

Uma boa alternativa são as calcinhas modeladoras de cintura alta.

Elas comprimem o abdome, modelam o corpo, são fáceis de retirar para ir ao banheiro e bem mais confortáveis do que as cintas.

Posso dizer com certeza que é uma opção mais confortável, pois, usei tanto a cinta quanto as calcinhas.

Comprei as calcinhas da Trifil quando eu ainda estava grávida e levei na malinha de maternidade. Já comecei a usá-las na maternidade mesmo.

Fonte: Trifil.com.br

O modelo que escolhi foi esse da foto. Essa calcinha tem tipo uma "faixa compressora" na parte de cima, que comprime o abdome. Já a parte de baixo é uma calcinha normal.

Existem outros modelos de calcinha modeladora e outras opções de marca. Tem modelo fio dental, normal e até com cós mais alto (tipo cinta modeladora).

Apenas observe que o elástico e/ou a compressão da calcinha não deve ficar em cima dos pontos da cesárea. Devem ficar mais acima.

Calcinha Modeladora x Calcinha Pós Parto

A calcinha modeladora possui algum tipo de compressão na região do abdome, já a calcinha pós parto possui um reforço para dar mais segurança ao uso do absorvente, pois, no pós parto a mulher tem um fluxo muito grande que costuma durar vários dias.

A calcinha pós parto pode ser modeladora também, depende do modelo, mas a maioria costuma ser mais confortável, de tecido mais maleável.

Calcinhas em algodão e malha ajudam a pele a "respirar" e a cicatrizar mais rápido.

Também não tem nenhum problema em usar calcinhas normais após o parto. Vale a mesma dica de antes, se tiver feito cesárea, o elástico da calcinha não deve ficar em cima da cicatriz para não incomodar. Talvez uma calcinha um tamanho maior possa ser suficiente.

Fonte: Intima Store | Liz | Marisa

Independente da escolha, o importante é que a mãe se sinta bem e confortável.

#cintapósparto #pósparto #puerpério

5,478 visualizações

ENTRE EM CONTATO

Raquel Freitas

Baby Planner | Assessora Materna

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White YouTube Icon

© Todos os Direitos Reservados