Mantas, Cueiros e Cobertores - Qual a Diferença?


Montar o enxoval do bebê é uma delícia, mas a mamãe de primeira viagem fica perdida entre tantas opções disponíveis no mercado.

Hoje vamos falar sobre mantas, cueiros e cobertores. Qual a diferença entre eles e para que servem?

A maioria das pessoas sabe o que é manta e cobertor, mas existem muitas variações entre eles.

Já o cueiro ainda é desconhecido por muitas mamães novatas.

Manta

Item fundamental de qualquer enxoval. O ideal é ter pelo menos 1 modelo mais levinho e 1 mais grosso. Se tiver condições de comprar mais, eu indicaria ter pelo menos 1 manta bem bonita para passeios.

- Malha: são leves e finas e servem para dias mais quentes

- Tricô: mais quentinha para meia estação e pouco frio

- Soft ou Felpada: mais grossa e mais quentinha para o inverno. Algumas se assemelham a cobertores finos

Manta branca de tricô com Swarovski (Novo Bebê) e Manta de malha rosa da Saída de Maternidade que a enfermeira enrolou como charutinho

Cobertor

Talvez seja um item dispensável para mães que moram em regiões quentes, mas para quem mora no Sul e Sudeste é fundamental ter pelo menos 1 cobertor. Por experiência de mãe, eu aconselharia ter pelo menos 1 cobertor para passeio e 1 para berço. À princípio não comprei cobertor de berço porque achei que os normais supririam a necessidade, mas nos primeiros dias de inverno intenso senti falta de um cobertor mais pesado e maior para a bebê dormir bem no berço. Com o cobertor, minha filha dormiu muito melhor.

- Comum: geralmente mede por volta de 70cm e são ideais para o dia a dia e para passeios

- de Berço: são maiores, geralmente medem acima de 1 metro e são ideais para o bebê dormir no berço

Cobertores da Isabella. Rosa com Renda para Passeios. Branquinho básico para dia a dia ( ambos da Novo Bebê )

Cueiro

Eita, palavras estranha! Mas só o nome é estranho viu? Na verdade, o cueiro nada mais é do que uma manta fininha.

Antigamente, as mães utilizavam o cueiro para enrolar o bebê tipo charutinho. Essa técnica saiu de moda por ter risco para o bebê, mas está voltando à tona nos últimos anos. Consiste em enrolar o bebê com os bracinhos junto ao corpo, deixando-o apertadinho, que lembra a posição em que ficavam no útero da mãe, assim, o bebê acalma.

Encontrei esse exemplo no Disney Bablle link aqui

Confesso que fiz muito charutinho com a minha filha durante os 3 primeiros meses, pois, ela dormia melhor desse jeito. Me ensinaram essa técnica na maternidade. Sei que muitos especialistas não recomendam, então consulte seu pediatra sobre os riscos. Sim, eu tinha medo de morte súbita, asfixia, etc. Mas minha filha ficava tão bem dessa forma, então, sempre tomamos cuidado de enrolar do meio do ombrinho para baixo, evitando que o cueiro sufocasse o bebê.

- Fralda: modelo mais tradicional, bem levinho e fino.

- Malha: um pouco mais encorpado que o de fralda, se assemelha a manta de malha (na verdade alguns são idênticos, só muda o nome)

- Com velcro/botões: hoje em dia existem modelos em malha com velcro ou botões para fechar o charutinho nas abas que finalizam o cueiro. Facilita bastante, mas a desvantagem é não poder usa-lo como manta

Dica final para as mamães:

- Deixe sempre uma manta fina na bolsa. Você nunca sabe quando o tempo vai mudar e pode precisar de uma mantinha. Pode ser útil para

- Na época de frio deixe um cobertor fino (ou manta soft/felpada) no carro. É muito útil quando precisa descer com o bebê na rua e o tempo está ruim, ou até mesmo com garoa e chuvisco. Dá pra jogar em cima do bebê conforto, do carrinho ou embalar mesmo o bebê.

#cobertordebebê #cobertordeberço #comprarcueiro #comprarmantabebê #cueirooqueé #cueiroparaqueserve #mantadebebê #mantademalhabebê #mantadetricobebê #enxoval

9,014 visualizações

ENTRE EM CONTATO

Raquel Freitas

Baby Planner | Assessora Materna

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White YouTube Icon

© Todos os Direitos Reservados